Uma Introdução à estratégia das Redes Sociais


Uma Introdução à estratégia das
Redes Sociais

Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to TwitterAdd to TechnoratiAdd to Yahoo BuzzAdd to Newsvine


Necessidades críticas:

  • Para atingir os objectivos pretendidos temos primeiro que identificar as necessidades organizacionais e as audiências preliminares:
    • Sabe o que informação está sendo disponibilizada quando alguém pesquisa pelo seu nome, marca ou empresa?
    • Tem  o controle das informações que estão sendo indexadas?
    • As informações disponibilizadas na Web estão realmente correctas?
    • Sabe como defender a sua reputação online?
    • É fácil encontra-lo(a) ou à sua marca ou empresa por meio depesquisas por  palavras-chave relevantes?
    • Tèm um Plano Estratégico para as Redes Sociais?
    • Necessidades organizacionais:
      • O público: Conheça o seu público e suas preferências de comunicação para receber e enviar mensagens
      • Orientações para o: As melhores práticas em Redes Sociais
      • Messaging: Relação entre as mensagens  e o público(s)
      • Consistência: Relação entre mensagem e ferramenta de comunicação
      • Acompanhamento: 12 Palavras-chave críticas que deve controlar (por Andy Beal)

Existem muitas razões pelas quais as empresas recorrem aos Alertas do Google. Um dos maiores resulta do facto de percepcionarem que é preciso controlar mais do que apenas o nome da sua empresa. Quando reunir a lista de palavras-chave que deverá controlar regularmente, irá perceber a importância de uma ferramenta como o Trackur.

Não compilou ainda a sua lista? Aqui estão doze palavras-chaves que deverá controlar!

1. Seu nome pessoal

Se é um consultor independente, profissional liberal, ou um recurso chave numa PME ou Grande Empresa, deverá controlar absolutamente qualquer tipo de referência nos media. Uma sugestão  extra, controlar a sua rede social e usernames.

2. O nome da sua empresa

Outro “acéfalo”. Controlar não apenas  o nome da sua empresa, mas também prováveis erros ortográficos ou nomes  abreviados  de empresas . Por exemplo, GlaxoSmithKline deve também acompanhar “GSK”, “Glaxo”, e “Glaxo Wellcome.”

3. A Marca do seu produto/serviço

Se estivesse a trabalhar no Google, deveria  acompanhar a reputação das suas marcas de produtos-chave. O que está sendo dito sobre o “Android” ou “Chrome”. O mesmo é valido para as marcas dos seus produtos/serviços. Pode não ser capaz de acompanhar todos os seus produtos, mas deverá controlar as marcas que são mais importantes para o seu negócio.

4. O CEO da sua Empresa (e os principais quadros)

Provavelmente a determinado momento o seu CEo irá colocar os pés pelas mãos. Deverá controlar todas as interacções possíveis do seu nome, para que possa ser o primeiro a saber.

5. O Seu Relações Públicas

Mesmo que o CEO da sua empresa não seja um recluso, de certeza que alguém da sua empresa estará no centro dos holofotes do público a chamar atenção. Se eu fosse Lenovo, eu controlaria as referências a David Churbuck, afinal é provavelmente que ele discuta sobre a Lenovo no seu blog e Twitter.

6. A sua Mensagem de Marketing

“Tão fácil até mesmo um homem das cavrnas pode fazê-lo?” Just do it! “E se os slogans de sua campanha fossem  acompanhados por” uma treta “ou” eu nunca mais vou comprar a eles novamente? “Controlar as suas campanhas irá ajudá-lo a perceber se a   sua mensagem está a chegar ao destino, e que seus clientes têm a dizer sobre ela.

7. A sua Concorrência

Seguramente que dá valor pelo facto de saber antecipadamente que irá ser objecto de uma ataque de um concorrente. Os relatórios sugerem que dentro da  Lenovo, os quadros sabiam sobre o lançamento do Apple Mac Air em poucos minutos, – Esta informação foi importante para que a Lenovo,  que estava a planear o seu  notebook ultra-leve.

Da mesma forma, que se a Shell e a Exxon não estão activamente a ouvir as queixas sobre a forma como a BP está a resolver o derramamento de petróleo no Golfos. Ambos podem usar a crise da BP para explicar como eles são “limpas” melhor “ou” mais seguras “.

8. A sua Indústria

Se tiver um olhar atento sobre as tendências da indústria, você pode detectar oportunidades e potenciais catástrofes. Todos festejavam sobre o iPhone, mas alguns estão tendo problemas com a nova antena. Ao ouvir a notícia da indústria e feedback, você pode aprender o que os consumidores procuram num telemóvel –  e construir um melhor  iPhone.

9. Os seus Pontos Fracos conhecidos

A sua marca tem fraquezas. Se isso é um choque para si, peço-lhe desculpas por ter sido o portador de más notícias. Ainda assim, é melhor ser eu a lhe dizer agora, que um cliente diga nos media.

Observe com atenção os seus produtos e serviços e pergunte-se: quais são as nossas fraquezas. Se a Toyota tivesse sido honesto consigo mesmo sobre os seu pedal de aceleração, eles poderiam ter preparado um plano de comunicação de gestão da crise e realizar o recall de uma forma que não afectasse a sua reputação (tanto).

10. Os Seus Parceiros de Negócios

Se você trabalhasse na Boeing não gostava de saber se um dos clientes da sua empresa acabou de declarar falência? Como isso irá afectar os seus números de vendas trimestrais? Para si talvez o facto de, talvez o CEO de uma empresa com que tenha realizado uma campanha “co-branded”, ter sido apanhado saindo de um bordel – Como esse acontecimento se irá reflectir sobre a sua própria reputação.

Identificar os seus principais parceiros de negócios e tenha a certeza de que sabe o que está acontecendo nos seus negócios.

11. Notícias dos seus clientes “

OK, para todas as suas agências de internet marketing  e empresas de RP e qualquer outra pessoa que reconhece o valor de manter os clientes satisfeitos, aqui vai uma sugestão para si. Controle as notícias para os seus clientes e, de seguida, envie-lhes uma nota de felicitações pelas suas realizações, ou talvez “preste atenção” se você antecipa problemas. Sua taxa de fidelização vai subir!

12. A sua Propriedade Intelectual

Se você investiu tempo e dinheiro para registar uma marca ou direito de autor o  seu trabalho, deverá assegurar de que não está sendo violado? Para além da aplicação das infracções à marca, você também deve certificar-se que não existem quaisquer casos de aproveitamento de identidade.

About João Geraldes

Sales & Marketing Manager at Timestamp and University Lecturer. Chairman of the Meeting of O. V. – Portuguese Association of Sales Professionals, Member of the board of Economists number 10723.
This entry was posted in Social Media (PT). Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s