[C] Glossário de Marketing Interactivo


1-A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S U V T W X Z Y | 2b-On

[C] Glossário de Marketing Interactivo

Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to TwitterAdd to TechnoratiAdd to Yahoo BuzzAdd to Newsvine

CABLE MODEM – Equipamento que permite a conectividade a alta velocidade à Internet através de um sistema de televisão por cabo.

CACHE – Memória utilizada para armazenar temporariamente os conteúdos mais solicitados / arquivos / páginas a fim de acelerar a sua entrega ao utilizador. As caches pode ser locais (isto é, no browser) ou em rede. No caso da cache local, a maioria dos computadores tem ambas as memórias cache (RAM – Random-Access Memory) e disco (disco rígido- HD).

CACHE BUSTING – É o processo pelo qual os sites ou os servidores proporcionam conteúdos ou HTML, de forma a minimizar ou prevenir que os browsers ou proxies acedam ao conteúdo da sua cache. Isso força o utilizador ou o proxy a actualizar os dados sempre que solicitados. Umas das razões para utilizar cache busting visa fornecer uma contagem mais precisa do número de solicitações realizadas pelos utilizadores.

CACHED AD IMPRESSIONS – Resulta na entrega de um anúncio a um browser pela cache local ou cache de um servidor proxy. Quando um utilizador solicita uma página que contém um anúncio em cache, o anúncio é obtido a partir da sua cache e exibido.

CACHING – É o processo de copiar um elemento Web (ou página de anúncios) para posterior reutilização.  Na Web, esta cópia é realizada normalmente em dois lugares: ou no browser do utilizador ou em servidores proxy. Quando um utilizador solicita um elemento Web, o browser procura no seu cache pelo elemento, depois no proxy (se existir), e por fim pelo servidor pretendido. Caching é feito para reduzir o tráfego redundante na rede, proporcionando um aumento da eficiência global na Internet.

CALL DETAIL RECORDS (CDR) – É o registo das chamadas realizadas e recebidas e de todos os seus detalhes feitos pelos assinantes de um Operador . Estew registos são enviados para o sistema de facturação para processamento.

CALL TO ACTION (CTA) – É a mensagem ou instrução, normalmente promovida na imprensa escrita, web, TV, rádio, no portal, ou através de outras formas de media (muitas vezes inseridos na própria publicidade), que explica a um assinante de telemóvel ou potencial cliente como responder a uma opt-in para uma promoção em particular ou para uma iniciativa através do seu telemóvel, normalmente seguido de um aviso/informação.

CALLER RINGBACK TONES (CBT) – veja Ringback Tone

CALLTONE (Ringtone) – Veja Ringtone

CAPACITY (CAPACIDADE) – Informa sobre a capacidade de uma rede (móvel) suportar chamadas simultâneas, mensagens, etc

CARRIER  (Mobile carrier, Mobile Network Operator, Mobile Carrier, Network Operator, Operator Company, Wireless Carrier ) – Diminutivo que designa um operador móvel, as operadoras que fornecem infra-estrutura de rede para a entrega de mensagens entre utilizadores finais e agregadores de conexão ou prestadores de aplicações. É a empresa que fornece serviços de telecomunicações sem fios.

CASCADING STYLE SHEET (CSS) – É um documento externo que reúne o código que define a aparência de um site (Internet e Mobile Web).

CGI script (Common Gateway Interface) – CGI são utilizadas para permitir ao utilizador a transferência de dados para um servidor Web, geralmente são um formulário Web-based. Especificamente, as scripts CGI são utilizadas como formulários, pull-down menus (menus suspensos) ou áreas de entrada de texto com um botão para confirmar a introdução dos dados. A entrada do formulário é processada por um programa (o script CGI em si) num servidor Web remoto.

CHANNEL (CANAL) – 1) um grupo de conteúdos similares, 2) um tipo de escoamento das vendas (também conhecido como canal de distribuição), por exemplo, retalho, catálogo, ou e-commerce.

CHAT – É um programa que permite interações assíncronas entre dois ou mais aderentes. Comunicação interativa on-line ou via telefonia móvel entre duas ou mais pessoas na web ou no telemóvel. Pode-se. falar. em tempo real com outras pessoas em uma sala de chat, tipicamente digitando, apesar de também poder fazê-lo através de chat’s de voz.

CHAT BOTS – É a resposta gerada pelo computador aos participantes nos chats. Estas respostas são enviadas sem interação humana.

CHAT ROOM – É um área online onde os utilizadores podem comunicar com outros participantes em tempo real.

CLEAR AND CONSPICUOUS NOTICE – É o veículo no qual as descrições, instruções, condições, e outros detalhes relevantes para uma iniciativa específica de marketing, são disponibilizados em local visível.  

CLICK – É o acto realizado por um assinante de telemóvel ou utilizador web, interage (highlights e clicks on) de um anúncio (banner, link de texto) ou outro tipo de link, que foi exibido no ecrã. 1) métrica que mede a reação de um utilizador a um anúncio na Internet ou telemóvel. Existem três tipos de cliques: click-through; in-unit clicks; e mouseovers, 2) a possibilidade de um utilizador fazer download de um ficheiro, clicando no anúncio, conforme registado pelo servidor; 3) o resultado de uma interacção mensurável com um anúncio ou palavra-chave que redireccionam o utilizador para os links do anunciante, podendo ser o seu Web site ou outra página ou destaque dentro do site; 4) métrica que mede a reacção de um utilizador para o conteúdo editorial associado

CLICK FRAUD – É um tipo de crime na internet que ocorre por simular que um utilizador clica numa publicidade online, através de um script automatizado, ou programa de computador que imita um utilizador legítimo de um browser na Web clicando no anúncio, com a finalidade de gerar maior taxa por clique sem ter interesse real na comunicação proporcionada pelo link do anúncio.

CLICK RATE – Indica-nos a taxa de cliques (ad clicks) por anúncios (ad impressions).

CLICK TO CALL – É o serviço que habilita o assinante de um telemóvel a iniciar uma chamada de voz para um número de telefone especifico, após clicar num link de um site na web móvel, SMS ou MMS. Normalmente usado para melhorar e oferecer um mecanismo de resposta directa de uma campanha.

CLIQUE STREAM – 1) É o caminho electrónico que um utilizador realiza ao navegar de site para site e de página para página dentro de um site, 2) um vasto conjunto de dados que descrevem a sequência da actividade entre o browser do utilizador e qualquer outro recurso de Internet , como um site ou servidor de anúncios externos.

CLICK-THROUGH – O processo que leva um assinante de telemóvel a dar um “salto” ou abrir uma página uma vez que o assinante de telemóvel clique no link. É a acção de seguir um link dentro de um anúncio ou conteúdo editorial de outro site ou outra página ou frame dentro do site. Ad click-through deve ser monitorizado e relatado como um redireccionamento 302 (302 redirect ) no servidor de anúncios e deve filtrar a actividade robótica.

CLICK-THROUGH RATE ( CTR) – É um indicador que permite medir o sucesso de uma campanha de publicidade on-line ou móvel. A CTR é obtida pela divisão do número de utilizadores que clicaram num anúncio de uma página Web pelo número de vezes que o anúncio foi entregue (impressões).

CLICK-WITHIN  – É semelhante ao click down ou (Click) clique. Mas, habitualmente, os Click Within são anúncios que permitem ao utilizador fazer .drill down. clicar, mas mantendo-se no anúncio, não deixando o local em que estão alojados.

CLIENT (CLIENTE) – Um computador ou programa de software que comunica com um servidor para solicitar os dados através da Internet ou de outra rede.  Browsers, Outlook e programas de e-mail são exemplos de software clients.

CLIENT-INITIATED AD IMPRESSION – Existem dois métodos para a contagem de anúncios.  O conteúdo do anúncio é entregue ao utilizador através de dois métodos – server-initiated e client-initiated. No método client-initiated a contagem do anúncio depende do browser do utilizador para realizar os pedidos, formatação e redireccionar o conteúdo.  Para as organizações que utilizam o método server-initiated a contagem, ocorre no servidor do publisher do anúncio ou no servidor dos anúncios, na sequência do pedido do anúncio.

CLOSE- Indica que o utilizador clicou ou activou uma instrução que encerra o anúncio do ambiente do utilizador.  Pode não se aplicar aos anúncios de sobreposição (non-overlay ads).

CODE DIVISION MULTIPLE ACCESS (CDMA ) – também chamado de “spread spectrum techniques”, uma técnica de transmissão digital de multiplexação de sinais de rádio em que cada chamada de voz ou de dados utiliza toda a banda de rádio, e é-lhe atribuído um código único.

CODEC – Diminuitovo de para compressor/decompressor. Codecs são algoritmos que são utilizados para comprimir o tamanho do áudio, vídeo e ficheiros de imagem para que a sua transmissão através da rede de dados ou armazenamento no computador. QuickTime, da Apple, Microsoft Windows Media Video e MP3 são exemplos de codecs comuns.

COLOR GRAPHICS  – Papéis de parede(Wallpapers) coloridos, Papéis de parede (wallpapers) gráficos coloridos. Uma imagem colorida.

COLOR RING BACK TONE – Veja Ringbacks.

COMBINATION AD  – Um anúncio potencialmente clicável constituído por uma imagem e texto.

COMMERCIAL MESSAGES – Mensagens de texto ou multimédia que são enviadas para um dispositivo móvel ou computador, geralmente para fins comerciais.

COMMON SHORT CODE ADMINISTRATION (CSCA) – É a entidade que supervisiona o registo, e a atribuição e acompanhamento dos CSCs. Os CSCA estão predominantemente no Canadá, China, Reino Unido e os Estados Unidos. Os Operadores Locais de Telemóvel e os agregadores desses códigos curto são os gestores dos registos dos CSC  nos outros países

COMMON SHORTCODE (CSC) – Pequenos números numéricos (normalmente  4~6 dígitos) para os quais as mensagens de texto podem ser enviadas a partir de um telemóvel. Os assinantes sem fios enviam mensagens de texto para CSC com palavras-chave para aceder a uma ampla variedade de conteúdos móveis.

COMMUNICATION ERROR – Ocorre na sequência de uma falha do browser/servidor Web realizar com sucesso o pedido/transferência de um documento.

COMPACT HTML (cHTML) – Um subconjunto de HTML para pequenos dispositivos, como telemóveis e PDAs. O cHTML foi criado por Japan-based Access Company, Ltd., em 1998, para equipamentos i-Mode.

COMPLETE MMS AD – Esta unidade publicitária assume que o MMS é integralmente o anúncio.  Este anúncio MMS poderia ser o resultado de um clique num Banner WAP ou de uma mensagem enviada gratuitamente aos assinantes que optaram por receber notícias sobre o anunciante.

CONFIDENTIALITY (SIGILO) – O tratamento das informações que um indivíduo tem divulgado numa relação de confiança, e com a expectativa de que não podem ser divulgadas sem prévia autorização para terceiros, para que não sejam incompatíveis face ao entendimento da divulgação original.

CONFIRMED OPT-IN – O processo utilizado para validar a intenção de um assinante de telemóvel, e para obter o acordo explícito do assinante para participar numa iniciativa móvel.

CONNECTION AGGREGATOR – Connection aggregators asseguram a conectividade entre Operadores e fornecedores de aplicações.

CONTENT AGGREGATOR – É a oganização que celebra contratos com um conjunto de fornecedores de conteúdo, e o redistribui como conteúdo licenciado.

CONTENT INTEGRATION – É a publicidade disponibilizada num conteúdo editorial ou colocada como se fosse conteúdo desse meio. Também conhecido como publi-reportagem web.

CONTENT PREVIEW – Quando se divulga um anúncio em se inclui no conteúdo móvel uma amostra. Isto é muito semelhante a um trailer de um filme, mas para todo o conteúdo digital, incluindo ringtones (toques) e wallpapers.

CONTENT PROVIDER (CP) – É a empresa que cria e oferece conteúdo, por exemplo,  produtos gráficos, ringtones (toques), jogos, notícias, informações e serviços de entretenimento, etc. Os CP (Fornecedores de conteúdo) ou são os proprietários ou detém os direitos do conteúdo.  Eles frequentemente licenciam conteúdo aos fornecedores de aplicações para que estes os possam oferecer aos seus utilizadores finais.

CONTEST (CONCURSO) – Um mecanismo promocional que inclui um prémio e um desafio. Não pode haver qualquer elemento do acaso ou sorte.

CONTEXTUAL ADS – Quando a distribuição de anúncios é realizada com base nos motores contextuais dos anúncios enviando anúncios de texto e imagens com base no conteúdo das páginas. Os anúncios são associados a palavras-chave extraídas do conteúdo.

COOKIE – Pequeno pedaço de informação (ou seja, o código do programa) que é armazenado no browser cuja finalidade visa identificar a actividade da sua audiência através do browser durante e entre as visitas ou sessões. Essa informação é colocada no computador de um visitante ou no seu telemóvel por um servidor Web que podem ser armazenados ou recuperados quando o site é acedido. Os cookies são geralmente utilizados como identificadores únicos (isto é, IDs de utilizador ou IDs de sessão) para registar um comportamento dos utilizadores únicos em cada visita. Os Cookies podem ser utilizados para armazenar outros dados, como endereço de e-mail, usernames, etc. A maioria dos telemóveis não suportam cookies, embora o mercado a longo prazo está se orientando nessa direcção.

COOKIE BUSTER – Software que permite bloquear a colocação de cookies no browser do utilizador.

COST PER TARGETED THOUSAND IMPRESSIONS (CPTM) – Custo determinado pelo público alvo que reúna características particulares, demográficas, tais como jogadores de golf do sexo masculino com idade entre os 18 e os 25. A diferença entre o CPM e o CPTM é que CPM é apurado com base impressões em bruto , enquanto que o CPTM é com base nas impressões do público alvo.

COST PER THOUSAND (CUSTO POR MIL) (CPM) – É uma das métricas utilizadas para definir o preço dos banners de publicidade. Sites que vendem publicidade podem garantir a um anunciante um certo número de impressões (número de vezes que um banner é servido e, presumivelmente, visto pelos visitantes) e, em seguida, definir o custo com base nessa garantia, multiplicando-o pela taxa de CPM.  Por exemplo, um site que cobra 1.000 euros por anúncio e regista 100.000 visitas tem um CPM de € 5 (Cinco Euros)  (€1,000 dividido por 200).

COST-PER-ACTION (CUSTO POR ACÇÃO) (CPA) – É o  custo da publicidade baseada na actuação específica do visitante ao realizar as medidas especificamente definidas como resposta a esse anúncio.  Consideram-se “Acções” comportamentos tais como uma transacção de venda, a aquisição de um cliente, ou um clique.

COST-PER-CLICK (CUSTO POR CLIQUE) (CPC) – Custo da publicidade baseado no número de cliques recebidos.

COST-PER-CUSTOMER (CUSTO POR CLIENTE) – Custo pago pelo anunciante pela conquista de um cliente.

COST-PER-LEAD (CPL) (CUSTO POR LEAD) – Custo da publicidade baseado no número de ficheiros (leads) recebidos.

COST-PER-ORDER (CUSTO POR ENCOMENDA) (CPO) – O custo da publicidade baseado no número de encomendas recebidas.Também designado por Custo Por Transação (Cost-per-Transaction).

COST-PER-SALE (CUSTO POR VENDA) (CPS) – É o custo suportado pelo anunciante por cada transacção de venda. 

COST-PER-TRANSACTION (CUSTO POR TRANSACÇÃO) (CPT)  – ver CPO (Cost-per-Order – Custo Por Encomenda).

COUNT AUDIT – Veja activity audit.

COUPON – Um bilhete, mensagem e/ou documento que pode ser trocado por um desconto financeiro sobre um produto ou serviço.

CRAWLER – É um programa de software que visita as páginas na Web para criar índices para motores de pesquisa. Veja também (spider) aranha, bot, e intelligent agent.

CROSS-CARRIER MOBILE-PHONE VOTING APPLICATION – A solução de software que processa os votos dos assinantes telemóvel a partir de vários operadores de telecomunicações.

CROWDSOURCING –Tomar uma tarefa que se convencionou ser executada por um terceiro ou trabalhador e entregá-la a um grupo grande e indefinido de pessoas através de um convite aberto para as respostas.

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT (Gestão do Relacionamento com o Cliente) (CRM) – Práticas empresariais pautadas pela lealdade no atendimento ao cliente, no acolhimento, e / ou suporte ao cliente.

About João Geraldes

Sales & Marketing Manager at Timestamp and University Lecturer. Chairman of the Meeting of O. V. – Portuguese Association of Sales Professionals, Member of the board of Economists number 10723.
This entry was posted in Glossário de Marketing Interactivo (PT) and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s